Inovações Tecnológicas (Parte VII - Brake-By-Wire)

O sistema de travagem é um dos sistemas dos veículos que mais tem evoluído recentemente através da electrónica.

Com a futura introdução de sistemas eléctricos de 36/42V, passará a ser possível a instalação de pinças de travão com motores eléctricos, em substituição do sistema hidráulico.

Deste modo consegue-se fazer com que todo o sistema trabalhe baseado apenas na electrónica, dispensando todo o circuito hidráulico e conjuntos de válvulas de controlo do ABS, TCS, ESP e EBD.

Como o condutor deixa de ter influência física no sistema, este designa-se por electromecânico ou brake-by-wire (por o sistema ser totalmente electrónico). 

 

As vantagens do sistema eléctrico, para além da menor complexidade são, por exemplo:

  •  Menor espaço ocupado em relação a um sistema hidráulico
  • Funcionalidades simplificadas
  • Novas funcionalidades, como por exemplo encostar regularmente as pastilhas aos discos, de modo a manter as superfícies limpas para uma eficácia de travagem máxima.

 

 

Este sistema deverá surgir apenas numa segunda fase, depois da aplicação dos sistemas de travagem electro-hidráulicos.

Estes estão a meio caminho entre os sistemas actualmente utilizados e os sistemas electromecânicos.

Neste caso, o pedal accionará a bomba hidráulica, mas apenas para abastecer um acumulador de pressão. O fluído armazenado sob pressão é distribuído pelas pinças através de um módulo de válvulas actuado electronicamente (semelhante aos módulos de ABS actuais) de acordo com a intenção do condutor, que é avaliada através de sensores.

O sistema continua então a ser hidráulico mas totalmente controlado pela electrónica.

Apresenta como vantagem uma maximização da potência de travagem desde o primeiro instante (à semelhança da assistência à travagem) mas também uma melhor integração com todos os outros sistemas das funções de ABS, ESP, TCS e EBD devido ao controlo totalmente electrónico.