Injeção Indireta

O que é?

O injetor está ligeiramente recolhido (afastado) da câmara de combustão.

Para que serve?

A esmagadora maioria dos motores a gasolina do mercado ainda são de injeção indireta porque até há pouco tempo a tecnologia não permitia dominar a auto detonação da gasolina (fenómeno em que a gasolina se incendeia autónoma e descontroladamente sem ser necessária a atuação da vela, devido à elevada temperatura na câmara de combustão ou excessiva compressão da mistura). Como será fácil perceber, a colocação do injetor junto à câmara de combustão utilizado nos sistemas de injeção direta potenciam o efeito da auto detonação, razão pela qual só há poucos anos começaram a surgir os primeiros motores gasolina de injeção direta e, mesmo atualmente, ainda são muito raros no mercado. Também até há poucos anos os motores diesel eram todos de injeção indireta, mas, actualmente, a esmagadora maioria é de injeção direta. No caso dos motores diesel foi mais fácil ganhar confiança e fazer evoluir no mercado os sistemas de injeção direta porque o processo de combustão diesel, como já vimos anteriormente, difere do sistema gasolina e o gasóleo não padece do efeito da auto detonação.