Sistemas de Injeção Diesel de Alta Pressão

O que é?

Sistema convencional: A bomba do depósito de combustível eleva o gasóleo para uma bomba de alta pressão que multiplica a sua pressão para ser injetado para o interior das câmaras de combustão de cada cilindro através dos injetores.

Sistema common rail: É colocada uma espécie de “mangueira metálica” denominada “rampa ou rail” entre a bomba de alta pressão e os injetores. Neste caso a bomba não envia o gasóleo diretamente para os injetores, pelo que a sua forte pressão exercida mantém ogasóleo sob uma enorme tensão dentro da “rampa ou rail”. Quando o injetor abre por via da ordem de comando do módulo eletrónico de controlo do motor, a pressão de injeção é de tal forma elevada que o jato provocado se torna extremamente fino e poderoso.

Sistema injetor-bomba: Neste sistema não existe bomba de alta pressão. Cada injetor tem acoplado a si uma pequena bomba individual (acionada pela árvore de cames) que o alimenta – daí a designação injetor-bomba.

Para que serve?

Sistema convencional: O aumento da pressão de injeção do combustível provoca o aumento da performance (potência e binário) do motor.

Sistema common rail: Para além do aumento da performance do motor (potência e binário), redução do consumo e respetivas emissões poluentes, este sistema popularizou-se muito devido à enorme redução do ruído de funcionamento do motor e à simplicidade de funcionamento do sistema e consequente diminuição das operações de manutenção.

Sistema injetor-bomba: Aumento da performance do motor (potência e binário), redução do consumo e respetivas emissões poluentes.

O sistema convencional tem sido abandonado por ser mais difícil a obtenção do aumento da pressão de injeção do gasóleo. O sistema injetor-bomba, por ter uma reação mais rápida na fase inicial da aceleração do motor, provoca um aumento substancial do seu ruído de funcionamento e uma brusquidão no arranque (desagradável na opinião de alguns consumidores) que provoca uma prematura perda de aderência no eixo de tração dos veículos – razão pela qual o grupo VW (autor deste inovador sistema) tem vindo a alterar alguns dos seus produtos para o sistema common rail (nomeadamente nos veículos diesel topo de gama devido a tratarem-se de produtos destinados a consumidores mais exigentes). O sistema common rail tem sido muito apreciado pela suave e fulgurante entrega de potênciado motor (sem supetões nem sobressaltos) proporcionando um elevado nível de conforto dinâmico e facilidade de condução.