Distribuição Eletrónica da Força de Travagem (EBD)

O que é?

Quando descrevemos uma curva, a carroçaria do veículo inclina-se sempre para o lado de fora, criando mais peso e aderência nessas rodas/pneus e menos aderência nas rodas/ pneus interiores à curva. Se travarmos no meio dessa curva, o ato de travagem inclina a carroçaria para a frente gerando mais aderência nos pneus do eixo da frente e alivia o peso da traseira retirando aderência aos pneus do eixo traseiro. Por isso, o ato de travagem no meio de uma curva gera uma complexidade de forças com tendência para desgovernar o veículo se as rodas forem travadas com intensidades iguais – o que acontecia em todos os veículos até há pouco tempo. Atualmente, a aplicação da eletrónica para controlo individual da força de travagem de cada roda de acordo com a sua capacidade de aderência, torna esta manobra segura e acessível a qualquer condutor.

Para que serve?

Permite travar com toda a confiança e segurança durante uma travagem de emergência no meio de uma curva.