Diferencial Autoblocante

O que é?

Quando acontece o fenómeno descrito anteriormente durante o estacionamento na areia mole da praia, o diferencial autoblocante tem a faculdade de permitir que, quando uma roda entra em total perda de aderência, é transmitido movimento à roda contrária para que o eixo tenha capacidade de tração e o veículo consiga sair do estado de imobilização. Para isso, são utilizados uns discos metálicos junto aos planetários. Quando uma roda patina por falta de aderência, por efeito de centrifugação, os discos comprimem (provocando um efeito tipo embraiagem) transmitindo movimento de rotação à roda contrária para que o eixo do veículo consiga ter tração para o fazer sair do estado de imobilização em que se encontra.

Para que serve?

Evitar a perda de aderência do eixo de tração de um veículo no caso de uma roda patinar por total falta de aderência. Este tipo de diferencial é muito utilizado, por razões óbvias, por veículos todo o terreno ou veículos de passageiros de alta performance (desportivos).