Volkswagen Golf com novo motor 1.5 TSI 130 cv já disponível em Portugal

A Volkswagen alargou a oferta do novo Golf à sua mais recente e moderna geração de motores: o 1.5 TSI de 130 cv. Depois da gama já ter sido enriquecida com uma variante de 150 cv deste mesmo bloco (que desliga apenas 2 dos 4 cilindros), este motor turbo a gasolina de 4 cilindros, injeção direta e sistema common-rail permite a gestão ativa dos 4 cilindros (ACT).

 

O novo TSI, que desenvolve o seu binário máximo de 200Nm desde o ralenti, a 1400 rpm, é especialmente ágil em toda a faixa de rotações (até às 4000 rpm). O motor é bastante silencioso, consome menos gasolina e emite menos emissões poluentes. Consumo (NEDC) da versão com caixa manual, 5 portas: 4,9 l/100 km (CO2: 113 g/km; com caixa DSG são 110g/km).

 

Pela primeira vez, a Volkswagen oferece uma função “coasting” no Golf, graças à qual o motor é completamente desligado. A velocidades até 130 km/h, e em combinação com uma caixa de velocidades de dupla embraiagem ou manual de 6 velocidades, o motor “corta” completamente sempre que o condutor levanta o pé do acelerador.

 

Uma bateria compacta de iões de lítio fornece energia para o equipamento elétrico, como o limpa para-brisas, faróis e sistema áudio.

 

Quando se encontra na gama de rotações entre as 1400 e as 3200 rpm, e em velocidades até 130 km/h, o Active Cylinder Management (ACT) desliga completamente, de modo impercetível, os quatro cilindros. Desta forma, o consumo de combustível e as emissões são significativamente reduzidas.

 

O novo motor 1.5 TSI Evo é um bloco de elevada tecnologia e com um design moderno. Em comparação com os motores de 1,4 litros, a fricção interna, por exemplo, foi reduzida através de uma bomba de óleo variável e um primeiro rolamento da cambota revestido de polímero. Além disso, este motor sobrealimentado caracteriza-se por uma pressão de injeção até 350 bar. A quantidade de combustível e a duração da injeção são controladas eletronicamente. Outro dos detalhes que o diferenciam é um intercooler indireto mais eficiente e com um melhor desempenho de refrigeração. Componentes sensíveis à temperatura, como a válvula de borboleta, estão a jusante do intercooler, otimizando a sua temperatura. Por último, este novo motor possui um sistema de gestão térmica inovador, com um novo mapa de refrigeração. Cilindros revestidos com APS (proteção térmica por plasma atmosférico) e um conceito de arrefecimento de fluxo cruzado na cabeça do cilindro são especificamente utilizados para este motor TSI de 130 cv. A velocidade máxima é de 210 km/h e a aceleração dos zero aos 100 km/h faz-se em 9,1s.

 

Como funciona em conjunto com a caixa de velocidades DSG

Quando circulamos com pouca carga de motor (o pedal do acelerador ligeiramente pressionado), o motor fica a trabalhar com os cilindros 1 e 4, e desliga os cilindros 2 e 3. Ou seja, o motor mantém as válvulas fechadas e desliga os injetores e as velas destes cilindros. No computador de bordo do painel de instrumentos aparece a indicação “2 cilindros”.

 

Quando libertamos completamente o pedal do acelerador, a caixa de velocidades desacopla o motor, ou seja, o motor é desligado. O veículo desloca-se por inércia. Isto acontece entre os 40 e os 130km/h, e se não houver necessidade de manter o motor a trabalhar. Se houver esta necessidade, por exemplo, porque a bateria está fraca ou porque é preciso manter o compressor do ar condicionado a funcionar, a caixa desacopla o motor da mesma forma, mas fica a trabalhar em marcha lenta. No computador de bordo do painel de instrumentos aparece a indicação “inércia”.

 

Com o motor desacoplado, se travamos com uma certa pressão, este é novamente acoplado, para fazer o efeito travão motor. Se travamos suavemente, o motor continua desacoplado.

 

Quando largamos o pedal do acelerador mais bruscamente, a viatura “entende” que vamos querer travar e a caixa mantém o motor acoplado. Assim aproveitamos o efeito travão motor. Se não travamos e damos um breve toque no pedal do acelerador, o motor é desacoplado e desligado.

 

Enquanto o motor ainda estiver frio, a desativação dos 2 cilindros é inibida. Com a caixa em “S”, nem a desativação dos cilindros nem a marcha por inércia funcionam.

 

O novo Golf 1.5 TSI 130 cv já está disponível com níveis de equipamento a partir da linha Confortline. O preço para a versão de 5 portas começa nos 27.215 euros, iniciando-se o valor do Golf Variant 1.5 TSI 130 cv em 28.250 euros.