Seat chega ao Salão de Genebra em plena forma

As vendas mundiais da Seat continuam a crescer a dois dígitos. Em fevereiro, a empresa conseguiu manter o forte crescimento das vendas no arranque do ano com a entrega de 39.900 unidades, o que representa um aumento de 25,9% face ao mesmo período de 2017. No acumulado do ano, as vendas subiram 23,1%, somando um total de 78.800 unidades.

 

 

A Seat mantém um crescimento muito elevado nos principais mercados da marca. Em janeiro e fevereiro, Espanha encabeçou as entregas com 17.100 veículos vendidos (+18,1%), seguida, de muito perto, pela Alemanha, onde as vendas subiram 15,0% até às 13.700 unidades. Também sobressai a Suíça (2.100; +27,8%), França (4.300; +26,8%), Áustria (3.500; +18,5%), Reino Unido (6.500; +17,2%) e Itália (3.700; +12,1%). A Seat também está a crescer em força fora da Europa. A Argélia mantém-se como quarto mercado da marca neste início do ano, depois de ter comercializado 4.700 automóveis; e em Israel o construtor catapultou as vendas em 34,9% para 2.100 unidades.

 

O vice-presidente Comercial e de Marketing da Seat, Wayne Griffiths, sublinhou que “o crescimento das vendas nestes primeiros meses do ano é fantástico. Somos uma das marcas automóvel que mais cresce e estamos a ganhar quota de mercado em mercados estratégicos”. Griffiths acrescentou que “o Seat Arona está a ter uma aceitação excelente no mercado, tal como o Leon, o Ibiza e o Ateca. Além disso, o lançamento da nova marca Cupra terá um efeito positivo para conquistar novos clientes no futuro.”

 

Cupra, o resultado de uma história de amor com automóveis

Dois mundos independentes, Seat e Cupra, serão exibidos, em stands lado-a-lado, para cativar os visitantes. A Cupra estreia-se em público pela primeira vez numa edição de Salão Automóvel de Genebra. A nova marca nasce com o objetivo de cativar um novo grupo de fãs e entusiastas automóvel que procuram uma reinterpretação do espírito desportivo combinando originalidade, sofisticação e prestações. A marca Cupra quer conquistar novos clientes que evitam entrar no segmento de luxo, mas que, ao mesmo tempo, gostam de sentir-se especiais.

 

Luca de Meo, presidente da Seat, frisou que “a Cupra é um exemplo da reorganização da estrutura da Seat com o objetivo de reforçar o seu posicionamento como empresa sólida que, além do seu core business, investe a sua iniciativa também em novas spin-off. O laboratório digital Seat Metropolis:Lab Barcelona e a XMOBA, a nova empresa que apresentámos na semana passada no Mobile World Congress para identificar e investir em modelos de negócio relacionados com a mobilidade do futuro, são outros exemplos. De Meo acrescentou que a “Seat está a diversificar o seu negócio e a desenvolver novos modelos que possam ser rentáveis, enquanto continua a fortalecer a sua posição financeira”.

 

Cupra e-Racer, o primeiro carro de corrida 100% elétrico do mundo, pronto a competir

A marca estreia dois novos modelos que serão uma das principais atrações de Genebra. A Cupra exibe em estreia mundial o seu novo modelo de competição ecológico, o Cupra e-Racer, o primeiro carro de turismo de competição 100% elétrico do mundo. Este veículo é o reflexo da Cupra querer, assim, manter o seu espírito competitivo, continuando a participar nos campeonatos e a assumir as capacidades que demonstrou até hoje através da Seat Sport. Com este modelo integralmente elétrico, a Cupra quer liderar o caminho da competição eficiente, consciente da necessidade de avançar para a sustentabilidade em todos os aspetos do desporto automóvel.

 

“O Cupra e-Racer é um autêntico carro de competição, que debita 300 kW de potência contínua e até 500 kW de potência máxima”, disse o Dr. Matthias Rabe, vice-presidente executivo de R&D.“O Cupra e-Racer ambiciona superar o rendimento da versão tradicional de forma a evidenciar as capacidades tecnológicas da marca Cupra a todos os níveis”. Ao lado do e-Racer, destaca-se o Cupra Ateca, um SUV exclusivo que dá início a uma nova marca, convertendo-se no primeiro modelo do seu segmento entre as marcas generalistas.

 

Seat Arona, o primeiro SUV GNC do mercado

Juntamente com o Cupra e-Racer, a Seat apresenta em Genebra um outro modelo sustentável: o Ibiza 1.0 TGI FR, que reforça a aposta do construtor no Gás Natural Comprimido (GNC) como alternativa de combustível limpo e eficiente. A Seat tem uma das gamas mais amplas do mercado em modelos GNC, estando presente no segmento urbano, compacto e, em poucos meses, também no dos SUV, a partir da chegada do Arona TGI. O Arona será o primeiro SUV a nível mundial com motor GNC. Com o seu lançamento, a Seat será também a marca do Grupo Volkswagen com a gama mais ampla em modelos alimentados por GNC, garantindo assim alternativas menos poluidoras. Os veículos GNC emitem menos 85% de óxido de nitrogénio em relação aos motores Diesel e reduzem as emissões de CO2 em 25% em comparação com os motores a gasolina, além de eliminar quase em absoluto as partículas em suspensão.

 

Primeiro fabricante do mundo a integrar a aplicação Shazam nos seus veículos

A Seat também exibirá em Genebra os seus mais recentes avanços na digitalização e na conetividade do veículo, desvendados recentemente no Mobile World Congress 2018, realizado em Barcelona. Entre todos, destaque para a integração do Shazam, o conhecido e popular serviço de reconhecimento de música, que ficará disponível nos veículos da marca a partir de abril através da Seat DriveApp para Android Auto. Com esta aliança, a empresa converte-se no primeiro fabricante mundial de veículos a incorporar esta aplicação, dando mais um passo no objetivo de oferecer uma experiência cada vez mais conectada e segura aos seus clientes.