Nissan continua a crescer em Portugal e estabelece novos recordes no seu Ano Fiscal 2017

No ano em que comemorou 50 anos de presença comercial em Portugal, a Nissan ultrapassa pela primeira vez os 5,5% de quota de mercado e, com 14.553 unidades vendidas no seu ano fiscal de 2017 (AF2017, de 1 de abril de 2017 a 31 de março de 2018), alcança a 6ª posição no ranking das vendas de automóveis ligeiros de passageiros, averbando um novo recorde neste segmento, com 6,2% de quota.

 

 

Há mais de uma década que a Nissan tem vindo a fortalecer sucessiva e ininterruptamente a sua posição no mercado nacional, graças à introdução de produtos pioneiros e tecnologias inovadoras e acessíveis, de que são exemplos os Crossover Qashqai e Juke e o automóvel elétrico que lidera as vendas mundiais, o Nissan LEAF.

 

Esta constante evolução da Nissan em Portugal tem particular expressão nos resultados deste ano fiscal, onde a marca regista um crescimento de 17,1% face ao período homólogo anterior, aproximando-se da fasquia da dezena e meia de milhar de unidades comercializadas em Portugal.

 

«Na Nissan desenvolvemos produtos inovadores, guiados pela nossa visão de Mobilidade Inteligente, que está a mudar a forma como conduzimos e como vivemos. Fomos pioneiros no segmento dos Crossover ao lançar o Qashqai, que mais de uma década depois continua a ser o líder incontestado do segmento. E voltámos a fazê-lo com o primeiro veículo 100% elétrico comercializado em massa a nível global, o Nissan LEAF, que com mais de 300 mil unidades em circulação no mundo lançou agora a sua 2ª geração para continuar a ser o líder a nível global de automóveis elétricos», comenta Antonio Melica, Diretor-geral da Nissan em Portugal. «Mas não ficámos por aí e com o novo Micra iniciámos uma revolução no segmento, que está já a dar frutos. Neste momento a Nissan em Portugal um leque de produtos muito fortes e que permitem olhar o futuro com muita confiança».

 

«Para suportar esta estratégia de produto, contamos com uma rede de concessionários que entrega uma elevada qualidade de serviço e que nos permite fazer uma inovadora Promessa ao Cliente, que representa o nosso comprometimento de estar sempre ao seu lado, desde o primeiro momento em que contacta com a marca Nissan», concluiu Antonio Melica.

 

Um gama de modelos vencedores

O Qashqai, recentemente renovado, continua a estabelecer recorde após recorde e no AF2017 regista mais um, com 6.437 unidades comercializadas - ultrapassando pela primeira vez as 6 mil unidades comercializadas num ano em Portugal - e 12% de crescimento. Ao fazê-lo, o Nissan Qashqai consolidou também a sua posição como crossover líder em Portugal e um dos principais atores do mercado nacional.

 

A irreverência e pioneirismo do Nissan Juke continuam também a entregar resultados excecionais: num dos mais aguerridos e movimentados segmentos do mercado, o Juke mantem o seu volume de vendas (2.034 unidades vs 2.010 no AF2016) apesar de uma concorrência cada vez maior.

 

Mas se o Qashqai é um herói reconhecido na gama Nissan, o novo Micra está a conquistar um lugar cada vez mais proeminente nas vendas da marca, representando já 25% do total do volume da Nissan no AF2017. De facto com 3.647 unidades vendidas no ano fiscal que agora findou, o novo Micra quase duplica os registos no AF2016 da anterior geração da Micra e do Note em conjunto!

 

A estes juntam-se os heróis Navara, cujo crescimento de 11,3% ainda não reflete as potencialidades do recente lançamento das versões Navara Business - propostas sobre as versões de cabina dupla mas com 3 lugares - que se posicionam num subsegmento chave das pick-up no mercado nacional.

 

E uma visão para o futuro

O Nissan LEAF registou vendas estáveis no AF2017 (322 unidades) face ao período anterior (345). Mas é bom não esquecer que, com o lançamento da 2ª geração, estes valores representam as vendas de apenas sete meses, de Abril a Setembro, altura em que se iniciaram as pré-vendas da 2ª geração do Nissan LEAF.

 

Por outro lado, só durante o período de pré-lançamento, o novo Nissan LEAF alcançou as 870 encomendas de clientes colocadas na rede nacional de concessionários Nissan, e as primeiras unidades começaram agora a ser entregues a clientes. Este resultado é tanto mais relevante por quanto, com este nível de encomendas e excluindo os países nórdicos, Portugal representa 10% do total das encomendas do novo LEAF na Europa.

 

Prestes a chegar também ao mercado nacional está a nova Nissan e-NV200 com bateria de 40kWh. Este veículo comercial elétrico da Nissan quase triplicou o volume de vendas no AF2017 face ao período homólogo anterior; mas será com a chegada da nova gama que este outro modelo de Zero Emissões da Nissan irá alterar as “regras do jogo” da distribuição nos centros das cidades.

 

«Aquilo que ainda há muito pouco tempo era apenas uma visão está a tornar-se uma realidade. Vivemos uma época com um novo conceito de mobilidade; uma mobilidade sem emissões e, ao mesmo tempo, mais entusiasmante; uma mobilidade mais segura e confortável, graças às tecnologias de condução autónoma; e, enfim, uma mobilidade mais integrada com as pessoas e com a sociedade», refere Antonio Melica. «Pioneira neste novo mundo do automóvel, a Nissan está a transformar, com a sua visão de Mobilidade Inteligente, a maneira como conduzimos, mas também a forma como vivemos. Os novos LEAF e e-NV200 serão os vetores mais visíveis desta mudança! Para o ano fiscal 2018 prevemos que a nossa gama elétrica represente 15% do total das vendas da Nissan em Portugal».