Mazda celebra 50 milhões de veículos “Made in Japan”

A Mazda Motor Corporation anunciou ter atingido, no passado dia 15, a marca de 50 milhões de unidades produzidas no Japão. A respectiva cerimónia comemorativa teve lugar hoje na Fábrica de Hofu, sita na prefeitura de Yamaguchi, evento que contou com a presença de Masamichi Kogai, o seu Director Representativo, Presidente & CEO, bem como outros de directores executivos e representantes de sindicatos.

 

 

A unidade nº 50 milhões saiu daquela linha 86 anos e 7 meses depois da produção da unidade nº1, um veículo comercial de três rodas, corria então o mês de Outubro de 1931.

 

“A Mazda começou a fabricar veículos há 86 anos, sendo que alcançamos, agora, a fasquia de 50 milhões de unidades produzidas no Japão. Mesmo produzindo 1 milhão de viaturas por ano, levaríamos 50 anos a atingir este marco, o que é demonstrativo de quão longa é a história da Mazda,” comentou Masamishi Kogai durante a cerimónia. “Rumando ao futuro, a Mazda irá continuar a consolidar-se como marca através de múltiplas iniciativas. As nossas fábricas em Hofu e Hiroshima irão continuar a evoluir e a actuar como fábricas principais, ali se desenvolvendo rapidamente as tecnologias e capacidades que serão, depois, usadas nas nossas unidades fabris no exterior. Gostaria que todos trabalhássemos em conjunto, de modo a garantir que estas fábricas continuem a encarnar o tipo de capacidade técnica inerente à história do conceito japonês Monotsukuri.”

 

A Mazda começou a sua aventura como construtora em 1931, em Hiroshima, quando ali iniciou a produção de veículos comerciais de três rodas. Em 1960 iniciou a produção do mini citadino R360 Coupe, naquela que foi uma entrada em grande no mercado dos automóveis de passageiros. Em 1982 arrancou o fabrico de veículos na Fábrica de Hofu (Yamaguchi), sendo que o fornecimento do seu mercado interno passou, depois, a ser partilhado entre estas duas unidades fabris.

 

Desenvolvidas para estas fábricas, as técnicas de produção e os sistemas flexíveis de produção ajudaram a Mazda a exponenciar o seu negócio. A adopção de linhas de produção mistas, capazes de produzir diferentes modelos numa única linha, permitiu o fabrico de vários modelos em baixos volumes, naquilo que foi um avanço significativo em termos de equilíbrio entre variedade de produtos e competitividade com eficiência de volumes.

 

Em 2016 e 2017, a Mazda tomou medidas para aumentar essa sua flexibilidade de produção para modelos do tipo crossover, criando uma estrutura capaz de responder rapidamente às mutações em termos de procura. As fábricas japonesas assumiram a liderança do processo, produzindo modelos para os diferentes mercados do planeta, seguindo-se o alargamento às instalações exteriores das técnicas de produção e das tecnologias definidas no Japão.

 

 

No final do corrente Ano Fiscal*, o último do plano de negócios de médio prazo da Mazda, no âmbito da “Reforma Estrutural Fase 2”, pretende-se ter comercializado 1.660.000 veículos, ao mesmo tempo que se aponta a um quadro global de produção na ordem dos 2 milhões de unidades por ano, a atingir no exercício económico que finda em Março de 2024.

 

A produção em massa de veículos dotados da próxima geração de tecnologias e de design está agendada para 2019, sendo que a Mazda irá continuar a expandir as suas infraestruturas de produção, esforço que visa fazer chegar os seus automóveis aos seus clientes no mais curto espaço de tempo possível.

 

Nota: *Ano Fiscal 2018-19: de 1 de Abril de 2018 a 31 de Março de 2019