A Ford Transit Sport Van Mais Potente de Sempre Lidera Gama de Três Modelos Distintos

Uma nova versão, mais evoluída, com 185 CV, do motor diesel Ford EcoBlue de 2,0 litros faz da Transit Custom Sport o furgão mais potente de sempre da gama Transit, um estatuto que irá deter quando for introduzida no mercado, em meados do presente ano de 2019, passando a ocupar o topo da gama de três modelos Transit Sport Van, com a sua assinatura desportiva, espelhada pela dupla faixa decorativa no capot.

 

 

Para além de um aumento de 9 por cento em termos de potência e também no binário máximo, agora de 415 Nm, para uma performance mais responsiva, os clientes do furgão Transit Custom Sport beneficiarão ainda de um incremento em termos de conectividade móvel, com a introdução da tecnologia de modem de bordo FordPass Connect.

 

Apresentada, em Estreia Mundial, no ano passado, no Salão de Veículos Comerciais IAA de Hannover, Alemanha, a nova Transit Connect Sport passa, também, a estar disponível numa versão melhorada do motor diesel Ford EcoBlue de 1,5 litros, agora com 120 CV e transmissão manual de seis velocidades. A compacta Transit Courier Sport van completa esta gama.

 

Como afirma Hans Schep, Director Geral de Veículos Comerciais, Ford Europa, “Nem todos se dão por satisfeitos com um normalíssimo furgão branco: a gama de furgões Sport da Ford apela aos clientes que se querem afirmar, mantendo, simultaneamente, todas as qualidades e características de robustez, fiabilidade e versatilidade que fazem da família Transit um verdadeiro ‘best-seller’. Para além de um estilo atractivo, as versões melhoradas da gama Sport são dinamicamente responsivas e bem equipadas, dispondo de sofisticadas tecnologias de assistência ao condutor.”

 

As vendas da Transit Custom Sport cresceram 58 por cento em 2018 face ao ano anterior, num total de 4.402 unidades vendidas, enquanto as da Transit Courier Sport aumentaram 52 por cento, totalizando 1.044 unidades vendidas. Em 2018, a Ford registou a sua melhor performance de vendas de veículos comerciais dos últimos 25 anos, com um volume global de 380.900 unidades vendidas nos seus 20 principais mercados europeus, o equivalente a mais de 1.000 veículos comerciais vendidos por dia ao longo de todo o ano.

 

Mais potência para a Transit Custom Sport

Equipando de série a versão Sport, o motor diesel Ford EcoBlue 2.0, de 185 CV, da Transit Custom apresenta injecção de combustível a alta pressão melhorada, arquitectura de baixo atrito e um renovado turbocompressor de baixa inércia, que contribui para uma maior disponibilidade de potência ao longo de uma ampla faixa de regimes.

 

Os clientes podem optar entre uma caixa manual de seis velocidades e a transmissão automática SelectShift, também de seis velocidades, com previsão de emissões de CO2 a partir de 151 g/km, e consumos previstos desde 6,9 l/100 km*.

 

Concebido para não passar despercebido, o novo furgão desportivo combina as expressivas faixas duplas com um musculado kit de carroçaria que inclui saias laterais, extensões dos guarda-lamas e pára-choques, retrovisores laterais e puxadores das portas na cor da carroçaria, juntamente com jantes de liga leve, de 17 ou 18 polegadas. O estilo desportivo engloba também revestimentos interiores parciais em couro Ebony, abrangendo a segunda e terceira fila de bancos, quando existente.

 

Os clientes da gama Transit Custom Sport podem contar com um vasto leque de carroçarias, que inclui van, kombi e van cabina dupla, disponíveis nas versões de distância entre eixos curta e longa. A dinâmica de condução foi optimizada graças a um set-up de chassis único, capaz de imprimir melhores reacções ao nível da direcção, maneabilidade e rolamento, bem como uma sensação mais responsiva e ágil.

 

A tecnologia de modem de bordo FordPass Connect junta-se ao sistema de comunicação e entretenimento Ford SYNC 3 no equipamento de série da Transit Custom Sport, transformando o veículo num hotspot WiFi, com capacidade até 10 dispositivos.

 

A Transit Custom Sport pode ainda ser equipada com uma gama melhorada de avançadas tecnologias de assistência ao condutor, incluindo Assistência Activa ao Estacionamento, Controlo de Velocidade Adaptativo com Limitador de Velocidade Inteligente, Assistente de Manutenção em Faixa e Sistema de Informação de Ângulo Morto, agora compatível com atrelados até 10 metros de comprimento.

 

A Transit Connect Sport junta-se à família

A nova e elegante Transit Connect Sport causa impacto visual graças ao kit exterior, às faixas desportivas em preto mate com contornos em prata ou laranja e às jantes de liga leve Dark Stainless, de 16 polegadas. O habitáculo apresenta revestimentos parciais em couro no banco do condutor (aquecido) e bancos individuais para os passageiros.

 

O equipamento de série inclui Controlo Electrónico Automáticoda Temperatura de Duas Zonas (DEATC) e Controlo de Velocidade Cruzeiro com Limitador de Velocidade Ajustável. A Assistência Activa ao Estacionamento, o sistema de comunicação e entretenimento Ford SYNC 3 e o modem de bordo FordPass Connect estão também disponíveis.

 

O melhorado motor diesel Ford EcoBlue de 1,5 litros e 120 CV e a transmissão manual de seis velocidades proporcionam emissões de CO2 desde 130 g/km e consumos de combustível desde 5,0 l/100 km*.

 

Transit Courier Sport aposta na diferença

A compacta Transit Courier Sport aposta na diferença ao serviço das empresas e nas funções de distribuição urbanas. Os diferenciadores elementos de estilo incluem, juntamente com as expressivas faixas desportivas ao longo do capot e portas traseiras, um kit estético na cor da carroçaria, jantes de liga leve de 16 polegadas com acabamento em prata Magnetic e bancos desportivos parcialmente revestidos em couro, com costuras de contraste a vermelho. As características de conveniência incluem SYNC 3 com ecrã de 4 polegadas a cores e sensores de estacionamento traseiros.

 

Combinado com a transmissão manual de seis velocidades, o motor 1.5 TDCi de 100 CV proporciona uma excelente performance, juntamente com emissões de CO2 de 112 g/km e consumos de 4,3 l/100 km*. Para os que preferem uma opção a gasolina, está disponível o motor Ford EcoBoost de 1,0 litros e 100 CV, associado a uma transmissão manual de seis velocidades, com emissões de CO2 desde 126 g/km CO2 e consumos a partir de 5,6 l/100 km*.

 

*Os Consumos de Combustível, as Emissões de CO2 e as Autonomias Eléctricas declaradas são medidas de acordo com os requisitos técnicos e especificações da Regulamentação Europeia (CE) 715/2007 e (CE) 692/2008, nas suas mais recentes redacções. Os consumos de combustível e as emissões de CO2 referem-se a uma determinada variante de veículo e não para uma unidade automóvel única. O procedimento do teste padrão aplicado permite a comparação entre diferentes tipos de veículos e fabricantes. Para além da eficiência de consumos de um automóvel, o comportamento ao volante, bem como outros factores não-técnicos desempenham um papel na determinação das emissões de CO2 e dos consumos de combustível de um automóvel. O CO2 é o principal gás responsável pelo aquecimento global.

 

A partir de 1 de Setembro de 2017 alguns novos veículos passaram a ser certificados de acordo com a norma World Harmonised Light Vehicle Test Procedure (WLTP), segundo a directiva (EU) 2017/1151 na sua mais recente redacção, a qual traduz um novo e mais realístico formato de testes para a medição de consumos e emissões de CO2. A partir de 1 de Setembro de 2018, a norma WLTP substituiu, na íntegra, a norma New European Drive Cycle (NEDC), sendo o actual procedimento em vigor. Durante a Fase de Descontinuação da NEDC, os consumos e emissões de CO2 obtidos segundo a WLTP foram comparados com os valores NEDC. Nesse período, existiram, por essa razão, algumas discrepâncias face à anterior análise de consumos e emissões, pois alguns procedimentos base dos testes sofreram alterações, levando a que uma mesma viatura poderia apresentar diferentes valores de consumos e de emissões de CO2.