Gama do novo Opel Corsa para Portugal está pronta e já tem preços

A Opel apresenta o novíssimo Corsa no mercado português com uma gama completa de três níveis de equipamento e quatro motores, a gasolina e Diesel, com preços a partir de 15.510 euros. Em particular destaque nesta nova geração Corsa está a inédita versão elétrica a bateria, com autonomia alargada de 330 quilómetros (WLTP), que a Opel propõe a partir de 29.990 euros.

 

 

Como é habitual na marca alemã, o equipamento de série completo acentua a relação preço-valor. As encomendas já abriram e as primeiras unidades, com motores térmicos, chegam em novembro.

 

«O lançamento da nova geração Corsa é um momento muito especial para a Opel, num país onde o modelo tem raízes muito profundas. Esta nova geração ruma ao futuro, estreando uma versão elétrica que estará acessível a uma faixa alargada de pessoas. Com isto, estamos a dar um passo determinante na popularização da mobilidade elétrica», sublinha Armando Carneiro Gomes, ‘Country Manager’ da Opel Portugal.

 

O novo Opel Corsa disponibiliza variadas tecnologias que só se encontravam, até agora, em segmentos de mercado superiores. É o caso dos faróis adaptativos de matriz de LED, que surgem neste segmento dos ‘sub-compactos’ pela primeira vez. Também inédita no segmento é a caixa automática de oito velocidades. Além disso, a nova geração Corsa integra avançados sistemas de assistência à condução e infoentretenimento inovador. Na lista de sistemas de assistência incluem-se alerta de colisão dianteira iminente com travagem automática de emergência e deteção de peões, que fazem parte do equipamento de série.

 

O novo Opel Corsa possui um ‘design’ inegavelmente apelativo. O modelo não esconde a sua natureza de pendor dinâmico, acentuada por detalhes relevantes como a posição de condução, que pode ser regulada para um nível mais baixo do que no Corsa anterior. Os engenheiros da Opel procederam a afinações minuciosas dos componentes de chassis e da direção com o objetivo de otimizar o comportamento em estrada. A conceção do modelo foi orientada à luz dos mais recentes conceitos de baixo peso, o que resulta em dinâmica apurada, reação rápida ao acelerador e consumos reduzidos.

 

Opel Corsa-e em evidência

A Opel vai comercializar o elétrico Corsa-e no mercado português com preços a partir de 29.990 euros. O novo modelo a bateria, com o qual a marca alemã pretende expandir o acesso à mobilidade elétrica, estará disponível em quatro níveis de equipamento, incluindo uma versão especial “First Edition” criada exclusivamente para a fase de lançamento. A Opel abrirá brevemente uma página especial no sítio de internet www.opel.pt onde os interessados podem efetuar a encomenda ‘online’. A entrega das primeiras unidades Corsa-e a clientes está agendada para o início de 2020.

 

A gama Opel Corsa-e compõe-se de versões Selection, Edition, Elegance e First Edition. O equipamento de série comum a todos os Corsa elétricos inclui avançados sistemas de assistência à condução como o reconhecimento de sinais de trânsito, alerta de cansaço do condutor, alerta de colisão dianteira iminente com reconhecimento de peões e travagem automática de emergência, e programador de velocidade com limitador, entre outros. Também de série em todos os Corsa-e é o infoentretenimento IntelliLink com ecrã tátil de sete polegadas, compatível com Apple CarPlay e Android Auto, que integra o novo serviço telemático de assistência em viagem Opel Connect. A lista contempla igualmente ar condicionado com controlo eletrónico, travão elétrico de estacionamento, sensor de luz e sensor de chuva, além de outros.

 

Com o propósito de assinalar o lançamento, a Opel criou o Corsa-e First Edition, dotado de equipamento recheado. Entre vários, esta série especial limitada acrescenta à lista de série o painel de instrumentos digital, bancos forrados a couro e tecido, faróis de LED, pintura de dois tons da carroçaria e jantes específicas de 17 polegadas. Outros dos destaques do Corsa-e First Edition é o conversor trifásico de bordo, que permite recarregar a bateria a 11 kW. A versão First Edition é proposta ao preço especial de 33.660 euros.

 

O novo Corsa-e está dotado da mais avançada tecnologia em mobilidade elétrica. Com uma autonomia de 330 km de acordo com a norma WLTP1, este Corsa de cinco lugares foi concebido a pensar na utilização do dia-a-dia. A bateria de 50 kWh pode receber carga rápida, atingindo 80 por cento da capacidade total em 30 minutos.

 

O Corsa-e está preparado para todas as opções de recarregamento - através de cabo, posto de parede (‘wallbox’) ou carga rápida - e a bateria possui cobertura de garantia de oito anos. O estado da carga pode ser consultado através da aplicação ‘MyOpel’ com o objetivo de facultar controlo sobre horários e custos de recarregamento.

 

O Corsa-e alia a utilização sem emissões a uma condução dinâmica. Com 136 cv de potência (100 kW) e 260 Nm de binário instantâneo, este automóvel elétrico destaca-se pela capacidade de resposta, pela agilidade e pelas ‘performances’.

 

O Corsa-e acelera de zero a 50 km/h em 2,8 segundos2 e atinge os 100 km/h em 8,1 segundos2, colocando-se ao nível de um modelo desportivo. O comportamento dinâmico beneficia adicionalmente do centro de gravidade mais baixo.

 

Motores térmicos: equilíbrio ideal entre eficiência e ‘performance’

A linha de motores convencionais de combustão interna da sexta geração Corsa pretende oferecer o equilíbrio ideal entre eficiência e dinâmica. Por comparação com a gama atual, os novos motores garantem ao modelo reduções significativas de consumo de combustível e de emissões, com débitos de potência semelhantes.

 

Estes são os principais detalhes do novo leque de motores:

  • O 1.2 a gasolina, de 75 cv de potência, apresenta valores provisórios NEDC3 de 4,9-4,8 l/100 km (ciclo urbano); 3,7 l/100 km (extraurbano); 4,1 l/100 km (misto) e 94-93 g/km CO2; WLTP4: 6,1-5,3 l/100 km (misto), 136-119 g/km CO2.
  • O 1.2 Turbo a gasolina, com 100 cv de potência tem consumos NEDC3de 5,3-5,1 l/100 km (urbano), 4,0-3,6 l/100 km (extraurbano) e 4,4-4,2 l/100 km (misto), 101-96 g/km CO2; e 6,4-5,3 l/100 km, 137-121 g/km CO2 em ciclo misto WLTP4.
  • Na variante 1.2 Turbo a gasolina mais potente, de 130 cv, os consumos NEDC3 são notoriamente moderados: 5,0-4,0 l/100 km (urbano); 4,1-4,0 l/100 km (extraurbano); 4,6-4,5 l/100 km (misto), 105-103 g/km CO2; WLTP4: 6,4-5,6 l/100km (misto), 144-127 g/km CO2. A este motor surge sempre associada a sofisticada caixa automática de oito velocidades.
  • A opção turbodiesel está a cargo do 1.5 Turbo D a gasóleo, com 100 cv de potência e 250 Nm de binário máximo, com consumos NEDC3 de 3,8-3,7 l/100 km (urbano); 3,0-2,9 l/100km (extraurbano); 3,3-3,2 l/100 km (misto), 87-85 g/km CO2; WLTP4: 4,6-4,0 l/100 km, 122-104 g/km CO2.  

 

A gama do novo Corsa com motores de combustão interna distribui-se por três níveis de equipamento: Edition, Elegance e GS Line. Este último dá ao Corsa um carácter especialmente dinâmico ao integrar, por exemplo, bancos desportivos e para-choques de desenho exclusivo, bem como afinações específicas de chassis.

 

Todos os novos Opel Corsa possuem equipamento de série completo, que inclui banco do condutor regulável em seis vias, banco traseiro rebatível assimetricamente, fixações Isofix no banco traseiro, vidros elétricos à frente, ar condicionado, e programador de velocidade com limitador, entre outros. No capítulo dos sistemas de assistência à condução destaca-se a inclusão de série do alerta de colisão dianteira iminente com travagem automática de emergência e deteção de peões.

 

Versão mais leve pesa menos de 1000 kg

A melhoria da eficiência dos motores reflete-se claramente nas ‘performances’. O novo Corsa 1.2 Turbo de 130 cv consegue alcançar 208 km/h de velocidade máxima enquanto o anterior modelo precisava de mais 15 por cento de potência (150 cv) para chegar a 207 km/h. Acelerando de zero a 100 km/h em 8,7 segundos, o novo modelo é mais rápido do que o anterior Corsa em 0,2 segundos. Igualmente notável é o desempenho do 1.2 Turbo com 100 cv, com velocidade máxima de 188 km/h (mais 3 km/h do que o anterior) e aceleração de zero a 100 km/h em torno de 10 segundos, dependendo da caixa de velocidades (1s mais rápido do que o anterior Corsa).

 

Além do contributo decisivo dos motores, o baixo peso tem também influência determinante na dinâmica referencial do novo Corsa. A versão mais leve do novo modelo consegue baixar da barreira dos 1000 kg, fixando o peso sem condutor em apenas 980 kg. Por comparação com o anterior Corsa, isto representa uma redução de uns expressivos 108 kg (10 por cento) num automóvel que mantém as dimensões praticamente inalteradas.

 

Novo Opel Corsa - resumo de gama e preços

 

Motores

Preços

Opel Corsa Edition

1.2 (75 cv)

1.2 Turbo (100 cv)

1.5 Turbo D (100 cv)

a partir de 15.510 €

Opel Corsa Elegance

1.2 (75 cv)

1.2 Turbo (100 cv)

1.5 Turbo D (100 cv)

a partir de 17.610 €

Opel Corsa GS-Line

1.2 Turbo (100 cv)

1.2 Turbo (130 cv)

1.5 Turbo D (100 cv)

a partir de 19.360 €

 

Opel Corsa-e

 

Versões

Preços

Opel Corsa-e

Selection

Edition

Elegance

First Edition

29.990 €

30.110 €

32.610 €

33.660 €

 

[1] Dados preliminares determinados de acordo com a metodologia de testes WLTP. A homologação e o Certificado de Conformidade ainda não estão disponíveis. Os valores preliminares podem diferir dos dados constantes na homologação final.

[2] Dados preliminares

[3] Os valores de consumo de combustível e emissões de CO2 mencionados são determinados de acordo com a nova norma WLTP (World Harmonised Light Vehicle Test Procedure), sob o regulamento EU 2017/948 e os dados relevantes são transpostos para NEDC com o objetivo de os tornar comparáveis com outros veículos. Os valores indicados não levam em linha de conta tipos particulares de utilização nem condições de condução, nem equipamento de série e opcional, podendo variar consoante os pneumáticos utilizados.

[4] Os valores de consumo de combustível e emissões de CO2 mencionados estão de acordo com a homologação WLTP (regulamento EU 2017/948). Desde setembro de 2018, os modelos novos são homologados utilizando a nova norma WLTP (World Harmonised Light Vehicle Test Procedure), a qual se apresenta como um método de teste mais realista para medir consumos de combustível e emissões de CO2. O WLTP substitui integralmente o New European Driving Cycle (NEDC), que era o método utilizado anteriormente. Devido a condições de teste mais realistas, os valores de consumo de combustível e de emissões de CO2 apresentados na norma WLTP são, em muitos casos, mais elevados do que os NEDC. Os valores de consumo de combustível e de emissões de CO2 podem variar consoante o equipamento de série e opcional, e o tipo de pneumático.